Reforma agrária: programa recebe 105 mil cadastros

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Raul Jungmann, divulgou hoje o primeiro balanço do programa Acesso Direto à Terra, pelo qual os sem-terra fazem inscrição pelos Correios. Desde o final de novembro do ano passado até o dia 28 de fevereiro 105 mil famílias se cadastraram nas agências dos Correios nas 27 unidades da Federação. Todas essas famílias terão prioridade para assentamento. As inscrições na reforma agrária deverão obrigatoriamente ser feitas pelos Correios e permanecerão abertas indefinidamente. O governo vai convocar essas famílias para entrevista antes de assentá-las.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.