Reforma agrária é responsabilidade do governo federal, diz Alckmin

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) rebateu as críticas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de que o governo paulista não estaria aplicando os recursos da reforma agrária enviado pelo governo federal. "O presidente Lula está mal informado", disse Alckmin. Ontem, Lula afirmou que a União havia repassado R$ 29 milhões que não teriam sido utilizados.Segundo o governador, O instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp) só teria recebido R$ 16,5 milhões da União, cifra integralmente utilizada. Os recursos teriam sido utilizados para a compra de 5 fazendas localizadas no Pontal do Paranapanema, que juntas chegam a 3.391 mil hectares. "Já foram assentadas 291 famílias, disse Alckmin. Segundo o governador, a União está devendo à São Paulo, o repasse de mais R$ 12,5 milhões previstos, o dinheiro deveria ser repassado até o final de janeiro, mas afirmam que há problemas com o orçamento. "Reforma Agrária é uma responsabilidade do governo federal", disse.Alckmin participou da solenidade da posse da nova diretoria da Federação dos Trabalhadores das Indústrias Metalúrgicas, entidade vinculada à Força Sindical. O governador disse que o encaminhamento da escolha do candidato pelo PSDB tem que ser feito de forma adequada "e não precisa ser em janeiro, pode ser mesmo em março".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.