Referendada cassação do mandato de Rogério Silva

A Mesa Diretora da Câmara referendou hoje a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Mato Grosso e declarou a cassação do mandato do deputado Rogério Silva (PPS-MT). O deputado foi acusado de comprar votos nas eleições de 2002. Em seu lugar, já tomou posse a deputada Tetê Bezerra (PMDB-MT). O relator do processo, deputado Luiz Piauhylino (PTB-PE), explicou que a Mesa da Câmara apenas homologou uma decisão que havia sido tomada pelo TRE/MT, conforme estabelece a Constituição.Eleito em outubro de 2002 para a Câmara pelo PMDB, Rogério Silva foi acusado pelo Ministério Público de corrupção eleitoral. Em decisão unânime, o TRE decidiu em dezembro do ano passado cassar o mandato do deputado e determinar o pagamento de multa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.