Redução nas bombas ficará entre 3,8 e 4,5%

Rio de Janeiro e Belo Horizonte são as cidades em que o preço da gasolina terá o maior porcentual de redução - 4,5% - para o consumidor, de acordo com tabela divulgada há pouco pelo Ministério de Minas e Energia mostrando o impacto nas principais cidades da redução de 5,51% no preço cobrado pelas refinarias que entra em vigor no próximo dia 6. Conforme a tabela, os porcentuais de redução variam de 3,8% a 4,5%. Em São Paulo a redução será de 4,4%. Embora não tenha sido divulgada portaria, técnicos do Ministério informaram que desde domingo o querosene de aviação (QAV) para vôos domésticos está 0,64% mais caro em função do programa de redução do subsídio do produto iniciado no início do ano. O processo de redução do subsídio deverá ser concluído em junho. A partir daí, o produto pasa a ter seu preço cotado pelo mercado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.