Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Redução das pensões foi troca com governadores, diz vice-líder

O vice-líder do governo na Câmara Beto Albuquerque (PSB-RS) afirmou que a redução do valor da pensão e a manutenção do subteto do Judiciário foi como uma troca com os governadores dos Estados, para manter a paridade das aposentadorias dos atuais aposentados com os salários dos servidores da ativa. Ele disse, no entanto, que os líderes "não estão muito contentes" com a posição dos governadores. RegulamentaçãoA paridade será ainda regulamentada por lei a ser enviada futuramente ao Congresso. O deputado Paulo Rocha (PT-PA) afirmou que a necessidade de regulamentação por lei foi incluída no relatório do deputado José Pimentel para evitar a situação verificada hoje, na qual são repassados para os inativos alguns auxílios típicos de quem está no exercício da função. "Vamos tirar os penduricalhos", afirmou Paulo Rocha. O vice-líder do PMDB na Câmara, Gastão Vieira (MA) , avaliou que dessa forma a paridade só poderá ser aplicada depois que a lei for votada. Ou seja, não será auto-aplicável, segundo ele. "O governo chutou o problema para o futuro", disse Vieira.

Agencia Estado,

17 de julho de 2003 | 13h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.