Rede terá registro no limite do prazo, diz integrante

Enquanto aguardam a validação das assinaturas necessárias para a criação do partido, integrantes da Rede Sustentabilidade já consideram que a nova legenda só sairá do papel no limite do prazo de 5 de outubro. A data é o último dia estabelecido pela Justiça Eleitoral para a criação de novos partidos aptos a disputarem as eleições de 2014.

ERICH DECAT, Agência Estado

16 de setembro de 2013 | 16h05

O processo de criação da Rede ainda está em fase de análise das assinaturas coletadas pelos correligionários e, apenas após essa etapa, o partido poderá ter sua criação aprovada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A partir desta segunda-feira, 16, os ministros da Corte Eleitoral terão mais seis sessões ordinárias até o dia 5.

"O registro deve sair aos 45 do segundo tempo", disse o coordenador jurídico da Rede, André Lima, após reunião de integrantes da legenda em Brasília. Presente ao encontro, a ex-senadora Marina Silva e possível candidata à Presidência da República no próximo ano não quis se pronunciar.

O coordenador jurídico também ressaltou que o partido já dispõe do número de assinaturas necessárias para obter o registro. "Nós já alcançamos o número mínimo de assinaturas necessárias e ultrapassamos esse número. Temos 640 mil assinaturas protocoladas nos cartórios das quais já foram validadas mais de 400 mil", afirmou.

Entre os parlamentares que devem migrar para a nova legenda, o momento é de ansiedade. "O tempo está curto. Agora é fazer meditação e não deixar se consumir pela ansiedade", disse o deputado Alfredo Sirkis (PV-RJ).

Tudo o que sabemos sobre:
Rederegistro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.