Rede Globo recusa entrevista com Lula

A Rede Globo de Televisão informou hoje, por meio de nota oficial, que recusou uma entrevista com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, oferecida pela Presidência da República, para ser veiculada esta semana. A conversa teria formato idêntico àquela exibida ontem à noite pela Rede Record. Segundo o texto enviado pela Rede Globo, a TV, depois que o convite foi feito, na semana passada, fez três ponderações.Uma: Lula acabara de conceder entrevista de três páginas ao jornal "O Globo", na qual quase todos os assuntos relevantes, para a emissora, foram abordados. "Tal entrevista foi tema de uma reportagem no ''Jornal Nacional'' de segunda-feira, primeiro dia após a publicação", alega o documento, assinado pela Central Globo de Comunicação. "Isso faz uma nova entrevista ao vivo, já no dia seguinte, perder muito em ineditismo."Outra reflexão foi formal. "A TV Globo entende que os termos de uma entrevista devem ser discutidos pelas partes, previamente, o que não foi feito." O comunicado afirma ainda que a Globo manifestou interesse numa entrevista de fim de ano com o presidente, mais adiante, "em tempo oportuno, segundo regras estabelecidas de comum acordo" e seguindo praxe internacional, ressalta o texto.De acordo com a nota, a Secretaria de Comunicação Social da Presidência "considerou naturais as ponderações" e informou que encaminharia o pedido, mas tudo dependerá da agenda de Lula, e avisou que o tempo da entrevista será o mesmo concedido às demais redes.No comunicado, a empresa alega que foi informada na sexta-feira de que o presidente concederia entrevistas a quatro redes de televisão para serem veiculadas ontem e hoje. O formato, ressalta a Globo no texto, foi decidido pela Presidência: um sorteio definiria a seqüência das entrevistas, que deveriam ir ao ar no principal telejornal da noite, com oito minutos de duração.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.