Rede espera que diretórios estaduais sejam aprovados até sexta-feira

Sigla que a ex-senadora Marina Silva pretende criar já conseguiu implantar diterórios em sete estados; são necessários mais dois para poder registrar um partido no Tribunal Superior Eleitoral

Isadora Peron, O Estado de S. Paulo

03 de setembro de 2013 | 20h55

O advogado da Rede Sustentabilidade, Torquato Jardim, disse nesta terça, 3, que até o final de semana espera ter conseguido a aprovação dos nove diretórios estaduais exigidos pela lei para registrar o partido no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ficará faltando, no entanto, alcançar o número de assinaturas de apoio pedido pela Justiça Eleitoral.

Até esta segunda-feira, 2, o partido que a ex-senadora Marina Silva trabalha para criar havia conseguido a autorização de tribunais regionais eleitorais (TREs) para fundar sete diretórios estaduais. Segundo o advogado, ainda há oito pedidos em análise pelos TREs que devem ser respondidos até sexta-feira.

Além dos diretórios, a Rede precisa certificar aproximadamente 492 mil assinaturas nos cartórios eleitorais. Por enquanto, conseguiu cerca de 330 mil.

Para que Marina possa concorrer à Presidência da República em 2014 pela Rede, o grupo tem de obter o registro no TSE até o dia 5 de outubro.

Tudo o que sabemos sobre:
RedeMarinaregistro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.