Receita Federal está no meio de um tiroteio, diz Cartaxo

Depois dos 12 pedidos de exoneração, secretário do órgão diz que nomeará substitutos prontamente

Renata Veríssimo, da Agência Estado,

25 de agosto de 2009 | 13h37

O secretário da Receita Federal, Otacílio Cartaxo, afirmou nesta terça-feira, 25, à Agência Estado que o órgão está "no meio de um tiroteio" em razão do pedido de exoneração dos cargos de confiança de 12 servidores.  

 

Veja também

linkMantega nega ingerência política na Receita Federal

linkReceita exonera quatro auditores-fiscais de cargos de confiança

linkMudanças na Receita provocam rebelião de grupo ligado a Lina

linkMúcio nega 'rebelião' na Receita Federal

 

"Estamos no meio de um tiroteio", disse afirmando que irá resolver o problema nomeando os substitutos nesta tarde. O secretário disse que deverá dar um entrevista coletiva na qual anunciará os nomes dos novos superintendentes regionais.

 

Ele também informará que está efetivando como subsecretário de Tributação Sandro Serpa, que está no cargo há meses como interino. "Vou ter que investir agora nesse problema da mudança nas superintendências", afirmou o secretário.

 

Cartaxo disse ainda que a entrevista coletiva está sendo organizada pelo gabinete do ministro Guido Mantega. O secretário contou que os seis superintendentes que entregaram os cargos na segunda-feira já seriam demitidos e, por isso, "aproveitaram para sair rumorosamente, fazendo muito barulho".

 

Ao ser questionado sobre a escolha do novo subsecretário de Fiscalização, Cartaxo disse que têm vários candidatos e a escolha está difícil. "Não é por falta de nomes, é por excesso", disse.

 

Em relação aos cinco coordenadores que também entregaram os cargos, Cartaxo disse que não tem pressa. "São segundo e terceiro escalão, não tem problema", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
ReceitaCartaxoexonerações

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.