Receita exonera mais 2 auditores de cargos de confiança

Mais dois auditores foram exonerados de seus cargos de confiança na Receita Federal. O coordenador-geral de Tributação da Receita Federal, Luiz Tadeu Matosinho Machado, foi exonerado hoje do cargo. Apesar de estar entre os 12 auditores fiscais que assinaram a carta de demissão enviada na última segunda-feira ao secretário da Receita, Otacílio Cartaxo, Machado não foi demitido a pedido. O ato de exoneração está publicado no Diário Oficial da União de hoje.

SANDRA MANFRINI, Agencia Estado

28 de agosto de 2009 | 11h31

Também foi exonerado do cargo em comissão de superintendente-adjunto da Receita Federal na 10ª Região Fiscal o auditor Marcelo Ramos Oliveira, que não havia assinado a carta enviada a Cartaxo. Para o seu lugar foi nomeado o auditor Ademir Gomes de Oliveira, que era julgador na Quinta Turma da Delegacia da Receita em Porto Alegre (RS).

Desde segunda-feira, integrantes da cúpula da Receita têm pedido demissão. Em carta encaminhada a Cartaxo, alguns deles condenaram o que chamam de "clara ruptura com a orientação e as diretrizes que pautavam a gestão anterior". A maioria é ligada ao grupo da ex-secretária Lina Vieira, que se envolveu em polêmica com a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff.

Tudo o que sabemos sobre:
Receitacriseexonerações

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.