Receita desconhece pedido para quebra de sigilo de Garotinho

O secretário da Receita Federal, Everardo Maciel, afirmou hoje que desconhece o fato de que a unidade da Receita no Rio de Janeiro tenha pedido ao Ministério Público Federal daquele Estado que entrasse na Justiça para obter a movimentação bancária do governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, diante das denúncias de sonegação fiscal."Pelo que me consta, a Receita Federal prestou informações ao Ministério Público Federal, que tem competência para solicitá-las. Quando existe entendimento dos fiscais da Receita de que precisa haver a quebra de sigilo, respeitando os 11 indícios previstos no decreto, é possível operar diretamente", disse Everardo, referindo-se ao decreto que dá poderes à Receita de solicitar a movimentação bancária sem autorização judicial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.