Receita apreende 500 comprimidos de ecstasy

A Receita Federal apreendeu aproximadamente 500 comprimidos da droga ecstasy. O lote foi localizado pela Inspetoria da Receita Federal no Serviço de Remessas Postais Internacionais no Edifício dos Correios, em São Paulo. Essa é a segunda vez, em um mês, que esse tipo de entorpecente é encontrado em remessas postais. A droga foi avaliada pela Receita em R$ 20.000,00 no mercado interno, de acordo com nota oficial. Ao fazer a inspeção, os fiscais notaram que os comprimidos constavam de uma única remessa registrada na modalidade chamada "petit paquet", e estavam protegidos por uma película de algodão, em quatro caixas plásticas. Pela segunda vez, foi utilizado o artifício da falsa declaração do conteúdo, identificado em uma etiqueta externa como "CDs", para tentar ludibriar a fiscalização e evitar a abertura do volume sob suspeita. De acordo com a Receita, a remessa foi postada em Londres. A Polícia Federal já foi informada sobre o endereço e o destinatário. No início do mês passado, a Receita havia apreendido, também no Serviço de Remessas Postais Internacionais, 140 gramas de comprimidos de ecstasy, vindos da Inglaterra. Além disso, foram confiscados 500 gramas de cocaína no forro de duas carteiras, recortadas e coladas por traficantes. As carteiras, postadas na agência dos Correios do Morumbi, destinavam-se à República do Benin, na África. Em outra operação, foram interceptadas duas cartas sob suspeita de conterem cocaína. Após os exames, foi constatada a presença de 35 gramas cocaína em cada uma das cartas. Essa foi a primeira vez em que foram localizadas drogas em cartas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.