Recapturado réu confesso do assassinato de Celso Daniel

A polícia prendeu na noite desta terça-feira L.S.N., o Lalo, de 20 anos, que confessou o assassinato do prefeito de Santo André Celso Daniel (PT). Lalo foi recapturado em Taboão da Serra (Grande São Paulo). Ele estava foragido desde 29 de junho. Segundo o delegado Erasmo Pedroso Filho, chefe da Delegacia Seccional de Taboão, Lalo voltou a confessar o crime, que ocorreu em 20 de janeiro de 2002. Ele disse que atirou em Celso Daniel por ordem de José Edison da Silva, líder do bando armado que seqüestrou o prefeito.Na época, Lalo estava com 16 anos. Desde o início do ano passado, ele estava cumprindo regime de semi liberdade na Febem. Em junho, ele sumiu. Ontem, a polícia foi avisada que ele estava na rua Antonio de Oliveira Salasar, no Jardim São Salvador, Taboão. Dois investigadores o cercaram. Lalo não reagiu. ?Eu fugi porque temo pela minha vida?, disse.O Ministério Público acompanha com reservas o relato de L.S.N. porque ainda na Febem ele chegou a fazer um depoimento negando o crime - ele disse que foi obrigado a assumir a autoria dos disparos porque era menor de idade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.