Recadastramento do Bolsa Família gera fila de 3 mil pessoas no MA

Um mal-entendido sobre o recadastramento do programa Bolsa Família do governo federal levou quase três mil pessoas a formar uma fila no centro de São Luís, no Maranhão. Nas primeiras horas do dia, a fila já dava voltas no quarteirão onde fica o escritório da Fundação Souzandrade - entidade contratada pela Prefeitura de São Luís para realizar o trabalho de cadastramento para o programa, que atende cerca de 80 mil pessoas em São Luís.Segundo a coordenadora do cadastramento, Denise Albuquerque, foi a notícia de que o recadastramento passaria a ser feito nas escolas das redes estadual e municipal que levou ao mal-entendido. "Mesmo atendendo de 150 a 200 pessoas por dia, nós não teríamos como atender a toda a demanda com um esquema centralizado", explicou. De acordo com a coordenadora, o recadastramento vai acontecer até 28 de fevereiro.A maioria das pessoas que foram para fila era de mães solteiras, algumas com mais de dois filhos, e todos com esperança de manter o benefício que varia de R$ 15,00 até R$ 95,00, dependendo da renda per capita de cada família. Entre as três mil pessoas que estiveram na fila, estava Maria da Conceição Souza, 29 anos. Ela vive em uma favela na periferia de São Luís, tem três filhos com menos de 10 anos - duas meninas e um menino -, todos de pais diferentes. Ela precisou tomar dois ônibus pra chegar ao escritório de recadastramento e disse que a renda proporcionada pelo programa federal lhe permite custear a alimentação das crianças."Eu ganhava a vida lavando roupa e nem sempre o que eu ganhava dava para comprar comida todo dia para as crianças. Quando entrei para o programa passei a conseguir comprar o arroz e feijão para o mês todo. Foi um grande ajuda", disse Conceição, enquanto se esforçava para separar documentos e segurar a filha menor, Tamires, de oito meses. No final da manhã, depois que cerca de uma dezena de funcionários esclareceram as dúvidas, a fila se dispersou e apenas aqueles que estavam migrando do Bolsa Escola para o Bolsa Família permaneceram no local, esperando pelo atendimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.