Rebelo rebate afirmação de João Paulo sobre mínimo

O ministro da Coordenação Política, Aldo Rebelo, disse que o governo já explicou os motivos que o levaram a fixar em R$ 260,00 o valor do salário mínimo em vigor a partir deste mês. A afirmação foi feita em resposta à declaração feita momentos antes pelo presidente da Câmara, deputado João Paulo Cunha (PT-SP), de que o governo precisa explicar as razões desse valor e por que não há recursos para autorizar sua renegociação. Sobre a proposta de João Paulo para que a tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) fosse corrigida ainda este ano, Rebelo disse que, "se João Paulo a está defendendo, é porque é alguma coisa razoável e justa", mas ressalvou: "Às vezes, o governo não pode atender a tudo o que é justo e razoável". Neste momento, Rebelo está reunido com o líder do PSDB na Câmara, deputado Custódio Mattos (MG).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.