Rebelo nega que Lula esteja cooptando oposicionistas

O ministro da Coordenação Política, Aldo Rebelo, contestou a versão de que o presidente Lula estaria cooptando parlamentares da oposição ao convidar oito senadores do PFL e um do PSDB para um jantar hoje na residência do ministro José Dirceu (Casa Civil). "Descartamos qualquer interpretação no sentido de que esse encontro seja uma afronta ou provocação em relação à oposição, com quem queremos manter um diálogo respeitoso", afirmou Rebelo, em entrevista, após um encontro de trabalho com o líder do Governo no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP). Segundo Rebelo, o jantar de hoje "tem caráter institucional e faz parte da relação normal, previsível e necessária" do presidente Lula com senadores. Antecipando-se a reações do PFL e do PSDB, Rebelo telefonou para os líderes Arthur Virgílio (PSDB-AM) e José Agripino (PFL-RN), aos quais fez um relato do objetivo do jantar. O ministro da Coordenação Política admitiu que o presidente Lula poderá conversar com outros grupos de senadores, para estreitar o relacionamento com o Congresso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.