Rebelo defende participação de Lula em campanha

O ministro da Coordenação Política, Aldo Rebelo, afirmou hoje que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva "pode perfeitamente participar das campanhas nas atuais eleições". A participação de Lula na inauguração da extensão da Radial Leste, no último dia 18, quando o presidente pediu votos para a prefeita de São Paulo, Marta Suplicy, gerou uma grande polêmica. "Eu defendo a participação de Lula nas campanhas, mas é claro que a decisão é dele", explicou Rebelo. Ele participou hoje de café da manhã com a Marta Suplicy no comitê central da campanha.Na visão do ministro, essas eleições não estão sendo um teste de aprovação do governo federal. "O único teste para o Lula é a aprovação em relação a ele próprio", disse. Rebelo acredita que Marta Suplicy (PT) e José Serra (PSDB) disputarão o segundo turno em São Paulo e que Marta deverá ter o apoio da "camada mais popular no próximo turno, enquanto a classe média tende a votar em Serra". Na avaliação de Rebelo, a próxima etapa da campanha será mais "serena" . "Os ânimos estarão menos exaltados", avaliou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.