Rebelião em Minas está prestes a terminar

A rebelião na Cadeia Pública de Governador Valadares, Minas Gerais, está terminando. Os 265 presos prometeram à polícia começar a liberar os 160 parentes, impedidos de deixar da cadeia depois da visita de Natal. Colchões foram queimados e algumas celas destruídas. O juiz da Vara da Infância e da Juventude, José Maurício Vilela, está negociando com os presos o fim da rebelião. Os presos fizeram uma carta com reivindicações. Eles querem revisão dos processos, relógios de água e luz independentes nas celas e o cancelamento das revistas íntimas nos parentes antes das visitas. Há suspeita de que um preso foi assassinado pelos outros detentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.