"Reajuste de tarifa é herança", critica Dirceu

O ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, afirmou, em discurso no encontro de vereadores e deputados estaduais do PT, que o reajuste das tarifas de telefonia fixa, anunciado ontem pela Anatel sem aval do governo, "é uma manifestação da herança" recebida pelo govero atual. "Estamos construindo as condições para retomada do processo de desenvolvimento nacional, ao mesmo tempo em que temos que enfrentar a herança que recebemos", afirmou."Hoje mesmo tivemos uma manifestação dela, que é o aumento das tarifas telefônicas que ainda estão amparadas nos contratos anteriores, e não nos contratos que vamos fazer", acrescentou. Dirceu disse que o governo está mudando os marcos regulatórios de todos os seto res para "desdolarizar as tarifas". Segundo ele, isso possibilitará investimentos na infra-estrutura do País. "Estamos retomando o papel do Estado, o público dirigindo o processo de deasenvolvimento do País", observou. Leia também: » Impacto de reajuste deve ser menor que 1%, diz Meirelles » Genoíno nega constrangimento com reajuste de telefones » BrT e Telemar publicam novas tabelas de preços » Presidente da Anatel diz que não afrontou Lula » Governo respeitará os contratos com as teles, diz Palocci » Lula pede a Anatel que só conceda reajuste após negociação » Telefônica antecipa à Agência Estado que aumento será de 28,7%, de uma só vez,

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.