Razões para saída de Marina são pessoais, diz senador do PT

O senador Tião Viana (PT-AC) lamentou há pouco, no plenário do Senado, o pedido de demissão da ministra do Meio Ambiente, Marina Silva. Segundo ele, os motivos do afastamento da ministra são pessoais. "Ela entendeu, por razões pessoais, que seria a hora de se afastar. É uma decisão normal, tomada pela ministra Marina Silva, e isso não significa instabilidade da relação dela com o presidente Lula. Ela defende e continuará defendendo o governo", assegurou ele, em discurso no plenário.   Segundo seu relato, Marina Silva comunicou sua decisão nesta terça-feira, 13,  ao ex-governador do Acre Jorge Viana, ao atua governador do Acre, Binho Marques, e ao senador Sibá Machado, seu suplente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.