Raúl Castro recebe Lula em Cuba; Brasil quer investir R$1 bi

Presidente brasileiro passará 24 horas em Havana para assinar acordo de cooperação com irmão de Fidel

Agências Internacionais

15 de janeiro de 2008 | 15h15

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva passou nesta terça-feira, 15, em revista as tropas da Guarda de Honra das Forças Armadas Revolucionárias de Cuba, composta por homens e mulheres. Lula vai oferecer a Cuba 1 bilhão de dólares em créditos para financiar a alimentação, construir estradas, explorar o níquel e para outros projetos,  afirmaram diplomatas brasileiros.   Lula e Raúl assinam acordos de cooperação que incluem investimentos da Petrobras em Cuba e a decisão brasileira de reconhecer a validade dos diplomas de médicos brasileiros formados naquele país. Lula poderá ter um encontro com Fidel.   Raúl Castro substitui  há um ano e meio substitui no cargo o irmão Fidel Castro, afastado do poder por motivos de saúde.   Um pouco antes, Lula participou, visivelmente emocionado, de cerimônia de oferenda floral na Praça da Revolução, diante do memorial José Martí, herói da independência de Cuba, morto em combate em 1895.

Mais conteúdo sobre:
CubaLulaacordo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.