Faciap Imprensa
Faciap Imprensa

Ratinho Júnior toma posse e diz que vai romper com 'oligarquias' do Paraná

Novo governador lembrou da origem humilde do pai, apresentador de TV

Edson Fonseca, especial para o Estado

01 Janeiro 2019 | 12h24

Ao tomar posse no governo do Paraná, Ratinho Júnior (PSD) disse nesta terça-feira, 1º, que pretende romper com as “oligarquias” politicas que, segundo ele, comandaram o Estado nos últimos 35 anos. Ex-secretário do Desenvolvimento Urbano do governo de Beto Richa (PSDB), Ratinho afirmou que pretende colocar em ação uma nova forma de administrar o Estado, mais voltado para o viés técnico.

“Tenho orgulho de ser o primeiro governador eleito nos últimos 35 anos sem fazer parte de nenhuma oligarquia. Tenho orgulho de ter uma história familiar de superação”, disse no discurso na Assembleia Legislativa.

O novo governador se emocionou ao falar do pai, o apresentador de TV Carlos Roberto Massa, o Ratinho, que esteve presente na cerimônia.

Ao tratar do enxugamento da máquina pública, Ratinho Júnior citou a redução do estrutura administrativa. "Já iniciamos a reforma, diminuindo o número de secretarias de 28 para 15. Vamos avançar muito mais.”

De acordo com a equipe de transição, cada uma das pastas extintas representa uma economia de R$ 300 mil por mês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.