Ranário da mulher de Jader é assaltado

O ranário Ramazon, pertencente à Márcia Zahluth Centeno, mulher do presidente do Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA), foi assaltado na tarde de ontem por quatro homens armados, que fugiram levando um Fiat Uno da empresa. O ranário de Márcia, segundo o ex-interventor da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), José Diogo Cyrillo da Silva, estaria envolvido em irregularidades no extinto órgão, depois de beneficiar-se com financiamento de R$ 9 milhões. Os assaltantes, segundo a polícia de Icoaraci, distrito de Belém, não levaram dinheiro do ranário, mas espalharam pânico entre os pouco mais de 15 funcionários que estavam no local. Eles deram vários tiros para o alto antes de fugir no carro da empresa.O capitão José Sarmanho, do Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), da Polícia Militar, informou que os bandidos chegaram à empresa num táxi Monza, de cor vinho, de placa JTB-5944. O táxi está sendo procurado pela polícia. Segundo Sarmanho, o que atraiu os assaltantes para o ranário foi o fato de ontem ser dia de pagamento dos funcionários.O delegado de Icoaraci, João Carlos, explicou por telefone que não mandou seus policiais ao ranário de Márcia para investigar o assalto porque a única viatura da delegacia "está quebrada". Mas garantiu que já pediu ajuda e veículo da Polícia Civil para começar as investigações. "Não tenho idéia para onde os bandidos fugiram", resumiu o delegado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.