Racionamento pode chegar depois de abril

Somente no final de abril será possível saber se haverá uma racionalização no uso da energia elétrica no País, alertou o secretário de Energia do Estado, Mauro Arce. "Se os reservatórios do Sudeste chegarem ao final de abril com 50% de suas capacidades, este contigenciamento no uso da energia elétrica será necessário". Arce explicou que até agora não há determinação alguma, pois se espera que ainda ocorram chuvas sobre os reservatórios. "De fato houve uma reduzida melhoria nas últimas horas. Nós também já poderemos contar com mais 200 megawatts de energia elétrica da Usina de Porto Primavera, no rio Paraná. Lá o reservatório está subindo, o que permite o uso de duas novas máquinas. Neste momento toda a energia que tivermos disponível é essencial", afirmou. O secretário lembrou que o consumo de energia elétrica em 2001 está mantendo os percentuais de 4,5 a 5%, mesmo com o aquecimento da economia. "A pena é que estamos chegando ao final do período chuvoso sem que tenha chovido muito sobre os reservatórios de hidrelétricas nas regiões Sudeste e Nordeste. Por isso temos que esperar pelo menos até o final do mês de abril, torcendo para que chova para que se tenha uma posição.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.