Quintanilha adia decisão de relatoria de 4º caso Renan

O presidente do Conselho de Ética, Leomar Quintanilha (PMDB-TO), não nomeou hoje, como havia prometido ontem, o segundo relator do processo contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Quintanilha disse apenas que sonda um senador para o cargo. Entre os aliados de Renan, a torcida é que Inácio Arruda (PCdoB-CE) seja indicado para dividir com Almeida Lima (PMDB-SE) a relatoria no Conselho do terceiro e quarto processos por quebra de decoro parlamentar contra Renan. Ontem, Quintanilha decidiu recuar da decisão de unificar as representações de número três (que trata da suposta compra de duas rádios e um jornal por intermédio de "laranjas") e quatro (que aponta suposta coleta de propina em Ministério do PMDB) contra Renan. Segundo Quintanilha, a tramitação dos processos pode terminar só em 2008.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.