'Querem força política para cassação do prefeito', diz advogado

Eduardo Carnelós, que também defende o prefeito Dr. Hélio, considera a investigação contra a administração ilegal

Fausto Macedo e Marcelo Godoy, de O Estado de S. Paulo

30 de maio de 2011 | 23h00

O advogado Eduardo Carnelós, criminalista, classifica de "imoral, indecente" as acusações contra Rosely Nassim. "A investigação é toda ilegal, realizada por quem não poderia fazê-la", afirma. Ele ataca Castrillon de Aquino, ex-presidente da Sanasa, que fez delação premiada.

 

Carnelós, que defende Rosely e o marido, prefeito Dr. Hélio (PDT), falou ao Estado.

 

Como rebater a delação?

As imputações contra Rosely têm por base única e exclusivamente a palavra de alguém que confessadamente praticou crimes, se apropriou de dinheiro que não lhe pertencia. Há uma inversão total de valores.

 

Aquino afirma que Rosely recebia propinas.

Ele está querendo ter lucro com o crime que praticou, inclusive por meio de perdão judicial que se anuncia antecipadamente. Que diabo de processo justo é esse? Estão destruindo a vida de pessoas sérias. Querem atingir politicamente o prefeito de Campinas. Alguém (Aquino) começa a perceber que depoimentos nos autos direcionam uma carga de indícios contra si, vai lá e, rapidamente, faz um acordo com quem tem interesse não em investigar eventual prática de crimes. mas que quer fazer disso um instrumento político.

 

O delator afirma que Rosely Nassim recebia de 5% a 7% de propina.

É mentira. Rosely tem que fazer prova material de que isso é mentira? Quem nega tem que apresentar evidência? Alguém diz que anotou valores em uns papeis em que citam o nome de Rosely. Então, qualquer pessoa lança o nome de uma autoridade em uma folha de papel e essa autoridade vai ter que explicar isso? É assim? Essa mulher tinha que ser onipresente, segundo Aquino comandava todas as licitações. E a presunção de inocência? Estou estupefato, é sucessão de barbaridades. Insistem em dizer que o prefeito não é alvo, mas com base na investigação iniciam processo de cassação. Que rasguem a Constituição.

 

Empresários confirmam essas denúncias.

Empresários confirmam que era Aquino quem exigia dinheiro. Depois que Aquino saiu da Sanasa (em 2008), nunca mais ninguém pediu nada aos empresários. Se era Rosely quem comandava o tal esquema, por que depois da saída de Aquino da Sanasa isso parou? Esse esquema era do Aquino, flagrantemente. É indecente que se tenha a destruição da imagem das pessoas com base em investigação ilegal, que toma a delação de alguém que confessa ser criminoso, mas tem de antemão assegurada sua impunidade porque atinge pessoas mais importantes.

 

O que o faz crer que a investigação tem caráter político?

Divulgam pílulas diárias para não deixar o caso morrer com a finalidade de consolidar na opinião pública a crença de que está tudo provado. As pessoas se encantam com denúncias de corrupção, acreditam que vai promover depuração. É desrespeito reiterado de normas constitucionais. Querem obter necessária força política para a cassação do prefeito e coagir o Tribunal de Justiça a não reconhecer direitos diante do clima de comoção. Estou absolutamente convencido de que o TJ não se vergará. O TJ é composto por juízes sérios.

Tudo o que sabemos sobre:
primeira-damaDr. Héliocampinas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.