Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Quem é Arthur do Val? Conheça o candidato do Patriota à Prefeitura de São Paulo

‘Mamãe Falei’, como é conhecido por ser canal no youtube, tem porta-voz do Vem Pra Rua como candidata a vice nas eleições 2020

Redação, O Estado de S.Paulo

07 de outubro de 2020 | 10h31

Nas eleições 2020, o deputado estadual Arthur Moledo do Val é o candidato do partido Patriota à Prefeitura de São Paulo. Conhecido como Mamãe Falei, nome de seu canal no YouTube pelo qual ficou conhecido, ele participa pela primeira vez de uma eleição majoritária. 

Em 2018, foi eleito deputado estadual pelo DEM com a segunda maior votação do Estado, quase 480 mil votos. Sua candidata a vice-prefeita é Adelaide de Oliveira, porta-voz do movimento Vem Pra Rua.

Arthur do Val é membro do Movimento Brasil Livre (MBL), que foi às ruas entre 2015 e 2016 pedindo o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Apesar do apoio a Jair Bolsonaro no 2º turno da eleição presidencial, o MBL passou a adotar um tom crítico ao presidente no mandato. Arthur segue a mesma linha.

Para Entender

Veja quem são os candidatos a prefeito de São Paulo nas eleições 2020

Conheça todos os nomes na corrida eleitoral pela Prefeitura de São Paulo, capital paulista

Nascido em São Paulo em 1986, “Mamãe Falei” é formado em Engenharia Química e se tornou empresário nos ramos de reciclagem de resíduos metálicos, transportes, combustíveis e construção civil. 

Para Entender

Veja propostas de Arthur do Val

Confira quais são os principais pontos do plano de governo do candidato do Patriota para a Prefeitura de São Paulo nas áreas da Saúde, Educação, Emprego, Transporte, Segurança, Meio Ambiente e Habitação

No YouTube, ficou conhecido pelo estilo "brigão" e provocador. Costumava ir a protestos de esquerda e provocar os manifestantes para expor o que, em seu ponto de vista, seriam contradições. Tem como lema "Vamos questionar tudo".

Expulsão do DEM

Em 2019, Arthur protagonizou um episódio polêmico na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). Após xingar servidores e sindicalistas que protestavam contra a reforma da Previdência estadual de “vagabundos”, ele quase trocou socos com colegas em plena tribuna da Alesp.

Expulso do DEM em 2019 acusado de infidelidade partidária, Arthur diz que nunca teve alinhamento ideológico com o partido. Crítico do governo João Doria (PSDB), o candidato foi expulso após criticar no plenário e nas redes sociais o vice-governador do Estado, Rodrigo Garcia, presidente estadual da legenda, e figuras como o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, também do DEM.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.