Quatro municípios de SP escolhem pela 1ª vez prefeito em segundo turno

Taubaté, Franca e Guarujá superaram 200 mil eleitores nessa eleição; Jundiaí, até então, decidiu em 1º turno

Juliane Freitas e Priscila Trindade - O Estado de S. Paulo,

28 de outubro de 2012 | 23h14

SÃO PAULO - Doze municípios de São Paulo elegeram neste domingo, 28, seus respectivos prefeitos. Em quatro deles - Jundiaí, Taubaté, Franca e Guarujá -, a decisão da eleição em segundo turno ocorreu pela primeira vez, segundo informou o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo.

A nova rodada ocorreu apenas em municípios com mais de 200 mil eleitores, onde nenhum candidato obteve mais de 50 por cento dos votos. Os municípios de Taubaté, Franca e Guarujá passaram da marca de 200 mil eleitores apenas nessas eleições.

Jundiaí tinha 258 mil eleitores em 2008, mas o prefeito foi escolhido em primeiro turno. Na cidade, Pedro Bigardi, do PCdoB, venceu a disputa com 65,57% dos votos contra o candidato do PSDB, Luiz Fernando Machado. Bigardi recebeu 34,43% dos votos.

Taubaté elegeu Ortiz Junior, do PSDB, como prefeito. Ele obteve 62,92% dos votos (99.365), contra 37,08% (58.560) de Isaac do Carmo, do PT.

Alexandre Ferreira, do PSDB, foi eleito o novo prefeito de Franca. Ele recebeu 57,98% dos votos (95.267). Já Graciela Ambrósio, do PP, conseguiu 42,02% (69.054).

Antonieta, do PMDB, foi eleita prefeita do Guarujá com 34,25% dos votos do segundo turno. Farid Madi recebeu 35,75% dos votos. Em toda a cidade, foram apurados 176 mil votos. Abstiveram-se de votar 19,39% dos eleitores. Brancos somaram 2,87% e nulos 3,4%.

Interior. Em Campinas, no interior de São Paulo, Jonas Donizette, do PSB, foi eleito com 57,69% dos votos (315.488). Ele derrotou o candidato do PT Marcio Pochmann, que obteve 42,31% dos votos (231.420).

Antonio Carlos Pannunzio, do PSDB, foi eleito o novo prefeito de Sorocaba, com 51,04% dos votos válidos (162.829 votos), contra 48,96% dos votos (156.220 votos) de Renato Amary (PMDB).

Em Ribeirão Preto, Dárcy Vera, do PSD, foi reeleita prefeita de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, com 51,97% (155.265) dos votos válidos, contra Duarte Nogueira, do PSDB, que teve 48,03% (143.516).

Capital. Na capital, Fernando Haddad, do PT, venceu o pleito com 55,57% dos votos, contra 44,43% de seu adversário José Serra, do PSDB.

Região metropolitana. Em Santo André, no ABC, Carlos Grana, do PT, foi eleito prefeito com 53,92% dos votos, contra 46,08% do candidato Aidan Ravin, do PTB. Segundo o TSE, foram contabilizados 204.594 votos para Grana e 174.815 para Aidan Ravin, do PTB.

Em Guarulhos, também no ABC, Almeida, do PT, venceu com 60,7% dos votos. Carlos Roberto, do PSDB, somou 39% dos 675.281 votos computados na cidade.

Donisete Braga, do PT, foi eleito o novo prefeito de Mauá, na região metropolitana. O candidato recebeu 57,14% dos votos. Vanessa Damo, do PMDB, teve 42,86%.

Em Diadema, o novo prefeito é Lauro Michels. Com 60,44% dos votos válidos (145.084). ele venceu Mário Reali, candidato do PT, que recebeu 39,56% dos votos (94.963).

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.