Divulgação
Divulgação

Quatro dias após a cirurgia, Bolsonaro começa a apresentar movimentos intestinais

Boletim médico informa que alimentação oral do presidente, no entanto, ainda está suspensa

Daniel Weterman, O Estado de S.Paulo

01 de fevereiro de 2019 | 17h19

Quatro dias após ser submetido a uma cirurgia para retirada da bolsa de colostomia, o presidente Jair Bolsonaro já apresenta sinais de início dos movimentos intestinais, diz boletim médico divulgado nesta sexta-feira, 1, pelo Hospital Albert Einstein. A alimentação oral, no entanto, ainda está suspensa.

"Permanece com quadro clínico estável, já apresentando sinais de início dos movimentos intestinais. Segue com dieta parenteral (endovenosa) exclusiva, sem infecção ou outras complicações", diz o boletim, complementando que o presidente continua realizando fisioterapia respiratória e períodos de caminhada fora do quarto.

Por ordem médica, as visitas estão restritas. De acordo com o Planalto, se Bolsonaro puder receber mais pessoas além da família e de auxiliares próximos, isso só ocorrerá a partir de segunda-feira, 4.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.