Quase 700 urnas são substituídas, diz TSE

Dados do fim da manhã deste domingo apontam problemas em 0,171% das 400 mil urnas instaladas para o 2º turno

Agência Estado,

31 de outubro de 2010 | 12h02

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou neste domingo, 31, que, do total de 400 mil urnas instaladas para o segundo turno das eleições, 686 foram substituídas, o equivalente a 0,171%. O maior número de substituições ocorreu no Distrito Federal, seguido por Rio de Janeiro e Santa Catarina. A informação é do secretário de tecnologia da informação do TSE, Giuseppe Janino.

No Rio, até por volta das 11 horas de hoje (horário de Brasília), o número de urnas eletrônicas substituídas no Estado chegava a 127, de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE). O número equivale a 0,41% do total de 30.911 urnas utilizadas no segundo turno presidencial. Segundo o TRE, os números são considerados baixos e o clima na eleição local se mantém tranquilo. O número de urnas eletrônicas substituídas em Minas Gerais até às 11h30 chegou a 117. Segundo o TRE de Minas, as substituições equivalem a 0,27% de um total de 43.851 urnas.

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2010urnassubstituições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.