Quase 3 mil vão trabalhar na limpeza de São Paulo

Assim que terminar a eleição, neste domingo, 2.960 funcionários com 224 caminhões farão a limpeza das ruas de São Paulo. Será feita a coleta, varrição e serviços complementares de limpeza de ruas, praças, gramados e canteiros das grandes vias públicas, além da retirada de faixas de candidatos.Como na eleição de 2002, o destino do lixo eleitoral será a reciclagem. Todo material coletado vai para as Centrais de Triagem do Programa Coleta Seletiva Solidária, onde trabalhadores das Cooperativas de Catadores farão a separação e enfardamento dos papéis, plásticos, alumínio e outros resíduos recicláveis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.