Quantidade de cães no mundo é ameaça à saúde pública

O mundo tem hoje cerca de 600 milhões de cães e, nos próximos dez anos, esse número deve dobrar. A Organização Mundial da Saúde (OMS) está alertando os governos sobre a ameaça de um acentuado aumento da população de cachorros nas ruas e realizou, de segunda-feira até hoje, no Hotel Sheraton do Rio, o primeiro encontro para discutir o impacto na saúde pública da superpopulação canina. O principal alerta da OMS é sobre a possível volta da raiva.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.