Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

'Qual é o projeto do PT, DEM, PSDB?', questiona Toffoli

Ministro do Supremo critica falta de projeto nacional dos partidos a seis meses do início do período eleitoral

Daniel Weterman, O Estado de S.Paulo

23 Fevereiro 2018 | 10h35

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), lamentou não haver um projeto nacional no País, segundo ele, a seis meses do início da campanha eleitoral. O processo começa oficialmente no dia 15 de agosto.

"Não tem um projeto nacional, da direita ou da esquerda. Tem pessoas. Infelizmente continuamos tendo (só) pessoas", afirmou ele nesta sexta-feira, 23, no início de sua fala durante debate na Escola de Direito de São Paulo, da Fundação Getulio Vargas (FGV).

O ministro afirmou que o Brasil é um país "grande e complexo" e que, na ausência de uma elite nacional para pensar os problemas nacionais, as discussões são ocupadas por setores e corporações como bancadas evangélica e ruralista no Congresso Nacional. "A sociedade brasileira é segmentada e não tem ninguém que vem e coloca um interesse nacional", afirmou.

No Congresso, observou, há dificuldade de se entender posicionamentos de parlamentares. "Hoje está uma tremenda dificuldade de entender quem é quem. Hoje, qual o projeto do PT, do DEM, do PSDB?", questionou.

Fazendo uma pergunta à plateia sobre se a transmissão das sessões do Supremo influenciam o voto dos ministros, Toffoli admitiu: "Óbvio que sim". Depois de afirmar que a democracia "causa medo", ele disse que, quando há ataques às instituições, é porque se tem medo da democracia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.