Quadro de Dilma Rousseff é estável, diz hospital

A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, continua internada no Hospital Sírio-Libanês, no centro de São Paulo, onde deu entrada por volta das 11 horas de sábado, 27, com diverticulite aguda. De acordo com a assessoria do hospital, a ministra passa bem e seu quadro é estável. A diverticulite é uma inflamação no intestino e exige internação devido ao risco de comprometimento do órgão. Por enquanto, a equipe médica descarta a necessidade de cirurgia. A inflamação está sendo combatida apenas com antibióticos. Ela deve receber alta hospitalar nos próximos dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.