Quadro clínico de Célio de Castro continua estável

O quadro de saúde do prefeito de Belo Horizonte, Célio de Castro (PT), permanece "estável do ponto de vista clínico e neurológico", conforme boletim médico divulgado hoje de manhã pelo Hospital Mater Dei. De acordo com as informações, foram feitos estudos radiológicos do tórax, que não mostraram anormalidades. Os médicos suspenderam a medicação responsável pelo coma induzido, mas o prefeito continuará sedado até que ocorram condições para interromper a respiração artificial. Célio de Castro foi internado quarta-feira passada com uma isquemia cerebral, e operado no dia seguinte para a retirada de um coágulo no cérebro. Ele está internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do hospital há cinco dias. Hoje a movimentação de pessoas no local ficou restrita a parentes e familiares do prefeito. Ainda não existem estimativas de quando o prefeito poderá deixar o CTI ou se o derrame sofrido por ele deixará seqüelas. Um novo boletim médico só será divulgado amanhã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.