PV adia anúncio de chapa para disputa em SP

Justificativa para adiamento foi incompatibilidade de agendas dos pré-candidatos e dirigentes

Ana Conceição, da Agência Estado

26 de março de 2010 | 13h43

O Diretório Estadual do PV de São Paulo adiou para o início de abril os nomes que encabeçarão a chapa do partido no Estado nas próximas eleições. O anúncio tinha sido agendado para a segunda-feira, 29, mas teve de ser postergado por incompatibilidade de agendas dos pré-candidatos e de alguns dirigentes, segundo a assessoria de imprensa da legenda.

Veja  também:

https://www.estadao.com.br/estadao/novo/img/icones/mais_azul.gifMarina aposta em campanha com 'mais narrativas e menos propaganda'

https://www.estadao.com.br/estadao/novo/img/icones/blog_azul.gif Senadora dá palestra que vale meio ponto na média

A Executiva do PV irá se reunir na segunda-feira, mas os nomes sairão de outro encontro, previsto para a primeira semana de abril. A sigla tenta conciliar uma data para contar com a participação da senadora Marina Silva (PV-AC), pré-candidata à sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Para a disputa ao governo de São Paulo estão no páreo o consultor e ex-deputado Fábio Feldmann; o deputado e ex-prefeito de Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, Jovino Cândido; o secretário municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida da capital paulista, Marcos Belizário; e o membro do diretório verde Rogério Menezes.

Os pré-candidatos do PV ao Senado são: o secretário de Relações Internacionais do PV, Marco Antonio Mroz; o ex-presidente do Instituto Ethos Ricardo Young e a secretária de Assuntos Jurídicos do PV, Vera Motta.

Tudo o que sabemos sobre:
eleição 2010PVSPchapaanúncio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.