Putin apóia ampliação do papel do Brasil na ONU

Durante encontro com o presidente do Congresso, senador José Sarney, (PMDB-AP), o presidente da Rússia, Vladimir Putin, defendeu que o Brasil tenha um papel de maior relevância no Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU). "O Brasil é o maior País da América Latina e é um parceiro estratégico. Por isso, o seu papel na ONU deve ser ampliado", disse Putin. "Agradeci a ele o apoio à entrada do Brasil no Conselho da ONU", afirmou Sarney, ao lembrar que foi o primeiro presidente brasileiro a visitar a Rússia.O clima do encontro foi bastante descontraído. Putin fez questão de dizer a Sarney que trouxe seu ministro dos Esportes para ver se o Brasil pode ensinar a Rússia a jogar futebol. "Podemos até ensinar a jogar futebol mas não vamos revelar um segredo de como ganhar Copa do Mundo", brincou Sarney. Putin propôs um jogo de futebol entre os parlamentos brasileiro e russo. Sarney respondeu rapidamente que infelizmente não poderia participar. Putin sugeriu, então, que Sarney fosse o técnico. O encontro foi no Salão Nobre do Senado e contou com a presença de alguns parlamentares, entre eles, o senador Eduardo Suplicy (PT-SP), que fez questão de entregar a Putin um livro sobre o seu programa Renda Mínima. Após a visita ao Senado, Putin seguiu para o Palácio do Planalto, para um encontro com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.