Puccinelli assume no MS e prega ´união de forças´

O médico ítalo-brasileiro, André Puccinelli, 56 anos, tomou posse como governador de Mato Grosso do Sul. É a segunda vez na história do Estado que um peemedebista assume o Poder Executivo. Para tanto o partido aguardou dois mandatos consecutivos (1998-2006) de José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT."O tempo dos donos da verdade já passou e a realidade hoje exige a união de forças", ressaltou em seu discurso de posse na Assembléia Legislativa, referindo-se à situação caótica das finanças do Estado. Segundo afirmou, os programas sociais do antecessor não justificam o atraso em outros setores. "Precisamos reduzir a desigualdade, mas a generosidade do governo não pode provocar a paralisia das demais ações."Puccinelli, que tem nome de batismo de Andrea, nasceu em Viareggio (Itália) e veio criança para o Brasil. Foi duas vezes deputado federal, duas vezes estadual e prefeito de Campo Grande (1997-2004). Venceu as últimas eleições para o governo do Estado com 726.806 votos (61,43% válidos).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.