Publicidade do racionamento vai custar R$ 20 milhões

O governo vai gastar cerca de R$ 20 milhões na campanha publicitária sobre o racionamento de energia elétrica.Osfilmes, que irão ao ar a partir de domingo, terão como objetivo principal explicar à população as medidas que estão sendotomadas pelo governo e as razões do apagão.A idéia é trabalhar com filmes simples e objetivos e manter o caráter informativodas peças publicitárias. O governo não vai abandonar a campanha de economia de energia que já está no ar.O planejamento demarketing que vem sendo feito prevê um aumento no número de inserções nas primeiras semanas do racionamento, que seriareduzido ao longo dos três meses em que a campanha deve ficará no ar.Os recursos para o programa virão da verba publicitáriadas empresas do setor energético.Um levantamento preliminar do governo mostra que há cerca de R$ 140 milhões no orçamentodeste ano previstos para as ações de comunicação das estatais no setor energético.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.