PT votará Emenda 29 sem definir fonte de financiamento

O PT decidiu que votará a Emenda 29, mesmo sem a definição de uma fonte de financiamento. Segundo o líder do PT na Câmara, Paulo Teixeira (SP), não há tempo para se construir uma alternativa para o financiamento até a data da votação da emenda. "Vamos tratar como dois momentos. Os temas estão ligados, mas não haverá tempo para conseguir resolver o financiamento até o dia 28. Então vamos vencer a etapa da emenda e depois buscar a fonte de financiamento", disse Teixeira, contrariando a posição do governo, que quer adiar a votação da emenda para definir a fonte de recursos para o setor. Para Paulo Teixeira a Emenda 29, por si só, já é importante, porque disciplina os gastos e impede que outros entes federativos coloquem como despesas de saúde outras despesas.

EDUARDO BRESCIANI, Agência Estado

01 Setembro 2011 | 13h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.