Joedson Alves/EFE - 28/2/2019
Joedson Alves/EFE - 28/2/2019

PT vai pedir que PGR investigue Bolsonaro por vídeo pornográfico no Twitter

Segundo deputado Paulo Teixeira, lei recém-aprovada tipifica o crime de divulgação, sem o consentimento da vítima, de cena de sexo, nudez ou pornografia

Camila Turtelli e Mariana Haubert, O Estado de S.Paulo

06 de março de 2019 | 16h12

BRASÍLIA - O PT vai pedir que a Procuradoria-Geral da República investigue o presidente da República, Jair Bolsonaro, pela publicação de um vídeo pornográfico em sua conta no Twitter. A informação é do deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP).

“Vamos representar Jair Bolsonaro pelo vídeo que postou. A lei 13.718, recentemente aprovada, tipifica o crime de divulgação, sem o consentimento da vítima, de cena de sexo, nudez ou pornografia”, escreveu o parlamentar em sua conta na mesma rede social. 

A publicação de um vídeo de conteúdo escatológico e pornográfico pelo presidente, na noite desta terça-feira, 5, é ainda um dos temas mais comentados na rede social. A publicação divide opiniões com a hashtag #ImpeachmentBolsonaro liderando os tópicos mais replicados, seguida pela #BolsonaroTemRazão.

Logo após o tuíte, muitos internautas pediram que o conteúdo fosse denunciado à rede social como impróprio. Nem o Twitter nem o presidente excluíram a postagem, mas foi colocado um aviso de que “Esta mídia pode conter material sensível”. Na postagem, o presidente afirma que “é isto que tem virado muitos blocos de rua no carnaval brasileiro”.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.