PT vai insistir na CPI da Corrupção

O líder do PT na Câmara, deputado Walter Pinheiro (BA), disse hoje que, na reunião da bancada do seu partido, realizada no início da tarde, ficou decidida a retomada da iniciativa da instalação de uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPI mista) para investigar denúncias de corrupção. O novo requerimento de criação da CPI teria uma quantidade menor de fatos a ser investigados e estaria subdividido em três eixos, segundo Pinheiro: o de financiamentos, que abrangeria casos como o da Sudam e da negociação irregular de Títulos da Dívida Agrária (TDAs) - ambos envolvendo o presidente do Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA) -; o do sistema financeiro, que englobaria a operação de socorro aos bancos Marka e FonteCindam, a suspeita de vazamento de informações do Banco Central por ocasião da mudança do regime cambial, no início de 1999; e denúncias envolvendo o ex-secretário-geral da Presidência da República Eduardo Jorge Caldas Pereira. Segundo Walter Pinheiro, o texto do requerimento ainda será discutido com os senadores da oposição. Pinheiro relatou que também se decidiu pela obstrução da tramitação da proposta da Lei de diretrizes Orçamentárias para 2002. Outro tema que estava na pauta da reunião - a discussão sobre a prorrogação da vigência da CPMF - foi adiada para a próxima terça-feira. PT vai insistir na CPI da Corrupção

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.