PT vai à Justiça no AM para garantir palanque para Dilma

O Diretório Nacional do PT recorreu à Justiça Eleitoral do Amazonas a fim de excluir a candidatura de um deputado petista ao Senado na aliança que pretende eleger o líder do governo na Casa, Eduardo Braga (PMDB), governador do Amazonas.

RICARDO BRITO E RICARDO DELLA COLETTA, Agência Estado

07 de julho de 2014 | 21h37

A ação visa a garantir a Dilma um palanque forte no Estado. O diretório estadual lançou o deputado federal Francisco Praciano ao Senado à revelia da direção nacional. O PT foi à Justiça para revogar a candidatura do parlamentar, cumprindo assim um acordo com o ex-governador Omar Aziz (PSD), que queria um caminho livre para a sua campanha ao Senado.

Nas negociações finais, no entanto, Aziz acabou fechando uma aliança com o PSDB do candidato a presidente Aécio Neves.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesAmazonasPT@estadaconteudo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.