PT terá 18 votos contra mínimo de R$ 260

Um grupo de 18 deputados do PT vai reunir-se, nesta tarde, para acertar a declaração de voto que seus integrantes deverão apresentar, na sessão de votação da medida provisória que fixou em R$ 260,00 o valor do salário o mínimo vigente desde 1º de maio. O deputado Chico Alencar (PT-RJ), um dos integrantes, informou que o grupo reúne, na verdade, 21 deputados que estão dispostos a votar contra o valor de R$ 260,00 porque defendem um aumento desse valor, fixado pelo governo. Mas, desse grupo, três parlamentares deverão estar ausentes da votação de hoje, no plenário da Câmara, porque se encontram fora do País. "Seguramente, votarei contra, sem alegria e sem júbilo", afirmou Alencar. Ele disse que o grupo já comunicou ao presidente do partido, José Genoino, e ao líder da bancada na Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), a decisão de votar contra o valor proposto pelo governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.