PT se posiciona na Câmara contra PEC da demarcação

A bancada do PT na Câmara dos Deputados divulgou nesta terça-feira, 17, uma nota se posicionando contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 215, que transfere para o Legislativo a palavra final sobre a demarcação de novas terras indígenas. Uma comissão especial, formada em sua maioria por deputados da bancada ruralista, foi instalada na última semana para analisar a proposição.

DAIENE CARDOSO, Agência Estado

17 Dezembro 2013 | 19h01

"A bancada considera um equívoco transferir do Executivo para o Congresso as decisões acerca de demarcações de terras indígenas, bem como rever processos já homologados, incluindo terras quilombolas e Unidades de Conservação (UCs), conforme texto da PEC 215", diz o texto.

Os petistas alegam que a PEC é inconstitucional por ferir cláusulas pétreas da Constituição e por precarizar os direitos dos povos indígenas. "Suscita a geração de mais conflitos nas disputas territoriais", ressalta a nota. "Com responsabilidade, equilíbrio e respeito à Constituição, a comissão especial haverá de encontrar soluções para dirimir os conflitos territoriais, tendo como parâmetros a busca de uma sociedade democrática, solidária e justa", finaliza.

Mais conteúdo sobre:
PC demarcação PT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.