PT responde a FHC: fascista é ele

O PT divulgou hoje uma nota em resposta às críticas feitas pelo presidente Fernando Henrique Cardoso ao partido e à oposição ao jornal ?O Globo?, do Rio de Janeiro. Com o título "Em busca da credibilidade perdida", o PT afirma que os ataques do presidente são gratuitos e infundados. "A pecha de fascistas devolvemos a FHC e a muitos de seus aliados que tantos serviços prestaram à ditadura, lembrando que o uso da mentira, da desqualificação dos adversários, da ameaça, da disseminação do medo de ruptura institucional, sempre foram armas dos fascistas", afirma a nota. Nas críticas à oposição, o presidente afirma que a leviandade da imprensa e o golpismo sem armas da oposição estão criando um clima de fascismo e terror insuportável que pode comprometer a democracia no País. Na nota divulgada no site do partido (www.informes.org.br), o PT reconhece o perigo de crise institucional, mas sob outro enfoque: o de que o principal responsável pela crise e pelas ameaças à democracia é o próprio presidente, "chefe de um governo que esteriliza o Legislativo, a poder de Medidas Provisórias, e que conduziu o país a uma fase de trevas, agora materializada num apagão produzido por uma irresponsável política de governo, que ameaça nosso futuro como nação independente". O PT, segundo a nota, não se intimida com os "ataques desesperados que emanam do Planalto e não declinará de seu dever de exercer uma oposição enérgica e democrática ao desgoverno de FHC".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.