PT recua e não aprova moção favorável a Dirceu

O PT desistiu de aprovar uma moção em desagravo ao ex-ministro e deputado federal cassado José Dirceu. Integrantes do partido desejavam apresentar um documento formal em favor de Dirceu, mas foram demovidos da ideia e o 4º Congresso do PT terminou sem um apoio formal.

Eduardo Bresciani, da Agência Estado, Agência Estado

04 Setembro 2011 | 14h40

Para o presidente petista, Rui Falcão, a aprovação de uma moção não era necessária porque, na abertura do Congresso, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a militância já tinham feito uma homenagem ao dirigente petista.

"Houve uma grande saudação por parte do presidente Lula na abertura do Congresso. Até o momento não se apresentou nenhuma moção nesse sentido por se entender que as manifestações do primeiro dia eram mais que uma moção", disse Falcão. Dirceu é réu no processo do mensalão, que deve ser julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) até o próximo ano.

Mais conteúdo sobre:
Congresso do PT, Dirceu

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.