PT quer que comissão analise denúncias contra Jader

A senadora Heloísa Helena (PT-AL) apresentou nesta segunda-feira um requerimento, pedindo a convocação da Comissão Representativa do Congresso para examinar as denúncias que envolvem o presidente do Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA), no desvio de recursos do Banpará.Em outro requerimento, ela solicita que a Comissão peça ao Banco Central uma cópia do relatório que aponta o envolvimento do presidente do Congresso no episódio.Minimizando o fato de o próprio Jader presidir a comissão, Heloísa aposta que o presidente do Congresso venha a depor ainda durante o recesso do Legislativo.Em entrevista à Globonews, o senador paraense já avisou que não vai convocar os parlamentares. A Comissão Representativa é formada por um grupo de parlamentares que trabalham durante as férias para apreciar assuntos urgentes.O presidente do Senado está com a faca e o queijo nas mãos: pode deixar o tempo correr, já que não lhe são impostos prazos para tomar uma decisão, e, se vier a recusar o pedido, não precisa sequer justificar as razões, pois tem a palavra final.Heloísa Helena espera que Jader convoque seus colegas. ?Se ele não convocar a Comissão, será um atestado de culpa, e o Senado aprofunda sua desmoralização perante a opinião pública?, declarou.Com o relatório do Banco Central, a senadora pretende comparar os fatos com os discursos feitos por Jader na tribuna para defender-se das acusações e avaliar se ele mentiu.Em duas ocasiões, ele afirmou que não havia provas contra ele. Se for comprovada a falta com a verdade, adianta Heloísa, o caso poderá levar a um processo por quebra de decoro parlamentar, no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado.A senadora petista também quer saber se o Banco Central prevaricou ou não no exercício de suas atribuições, uma vez que esse relatório foi elaborado em 1996 e Jader dispõe de um documento do próprio BC isentando-o de responsabilidade no episódio.?Nós queremos saber se os fatos são verdadeiros e o porquê do BC não ter encaminhado esses dados para o Ministério Público antes?.O líder do PFL na Câmara, deputado Inocêncio Oliveira, avisou nesta segunda-feira que vai propor a convocação do presidente do Banco Central, Armínio Fraga, para depor, provavelmente na Comissão de Fiscalização e Controle, para explicar porque esse relatório não apareceu antes.Inocêncio acredita que a situação de Jader é insustentável e endossou a posição do PFL de convocar uma reunião de líderes para tratar do tema.?O caso é tão grave que gerou, inclusive, comentários de um representante de outro poder?, lembrou Inocêncio, referindo-se à declaração do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, de que o Senado precisa apurar rapidamente as denúncias contra os senadores.Uma importante liderança pefelista garantiu que Jader não tem salvação. ?Ou ele é cassado ou renuncia, pois, se não fizer isso, será um desgaste enorme para os parlamentares?. (Colaborou Eugênia Lopes)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.