PT quer punir quem 'trair' aliança com PSDB em BH

Insatisfeitos com o apoio informal do PSDB, filiados aderiram informalmente à candidatura de Jô Moraes

Eduardo Kattah, de O Estado de S.Paulo

21 de julho de 2008 | 16h32

A Executiva Municipal do PT em Belo Horizonte estuda punir a infidelidade de seus filiados que aderiram à campanha da candidata Jô Moraes (PC do B). Insatisfeitos com o apoio informal do PSDB do governador Aécio Neves à coligação em torno da candidatura da Márcio Lacerda (PSB), que tem o petista Roberto Carvalho como candidato a vice, petistas aderiram informalmente à candidatura da comunista.  Veja também:Calendário eleitoral Veja as regras para as eleições municipais Especial tira dúvidas do eleitor sobre as eleições  A direção municipal do PT ficou irritada com a manifestação de militantes petistas, que no sábado participaram de caminhada ao lado de Jô Moraes, na região norte da capital. Os petistas levaram bandeiras do partido e distribuíram adesivos com os dizeres "PT é mais Jô" e "Eu oPTei pela Jô".

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições municipais 2008

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.