PT quer frente na Câmara pelo fim da taxa de inspeção

Fernando Haddad afirmou quarta-feira que os vereadores do PT vão dar início a uma mobilização na Câmara Municipal para acabar com a cobrança da taxa de inspeção veicular ainda este ano. Segundo ele, a ideia é formar uma frente suprapartidária para tornar viável a ação. Em visita à zona sul, o petista escolheu um ponto sugestivo para falar com a imprensa: em frente a um posto da Controlar, concessionária responsável pela fiscalização de veículos.

ISADORA PERÓN, Agência Estado

29 de março de 2012 | 07h46

A taxa, de R$ 44,36, foi estabelecida pelo prefeito Gilberto Kassab (PSD). Há duas semanas, Haddad prometeu que, caso eleito, acabará com a cobrança. O vereador petista Alfredinho - que acompanhou Haddad durante a visita - reconheceu que será difícil conseguir aprovar o projeto, pois a base do governo Kassab "é forte e grande". O professor da USP e especialista em direito administrativo Floriano de Azevedo Marques aponta outro obstáculo: alterações legislativas que impliquem supressão de arrecadação precisam ser precedidas de um estudo que demonstre outras fontes para custear o serviço. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesHaddadtaxa de inspeção

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.